Stockyards não é fast food, é fast casual!

Conceito agrega praticidade e produtos de qualidade superior

 

Nos últimos 10 anos, o setor de food service brasileiro movimentou mais de R$ 170 bilhões ao ano, segundo dados do Instituto Foodservice Brasil (IFB). E algumas tendências internacionais começam a ganhar espaço no mercado nacional, acompanhando de perto a preferência dos consumidores que estão cada dia mais preocupados com a saúde, interessados em saber a procedência dos alimentos que comem fora de casa.

E aproveitando as tendências de sucesso do mercado de alimentação, a Stockyards foi planejada no modelo fast casual. O segmento é muito popular nos Estados Unidos e ganhou força ao unir a casualidade do fast food – onde o cliente faz o pedido, paga, pega uma senha e retira no balcão -, com ingredientes frescos, de qualidade superior.

A rede ousou ao oferecer um produto de alto padrão, antes disponível somente em restaurantes elitizados.

Segundo especialistas, o conceito fast casual ainda é uma tendência, mas deve ganhar força e atrair novos investidores. “As novas redes americanas, especialmente as que se mostram mais conectadas com públicos jovens e com uma proposta de diferenciação e valor tem investido neste modelo.

No Brasil estamos em momentos diferentes de maturidade em relação ao mercado americano. Então ainda temos uma caminhada até as grandes redes de fast food tomarem esse posicionamento por aqui”, explica Cristina Souza, Diretora Executiva da GS&Libbra Estratégia e Gestão Foodservice.


Para mais informações:

VPJ Franquias
E-mail: atendimento@vpjfranquias.com.br 
Telefone: (19) 3867-7015

Contato Assessoria de Imprensa 
Agência Breeders – Mauren Ribeiro
E-mail: mauren@breeders.com.br
Telefone: (19) 3867-7001 
Whatsapp: (19) 9.9566-6702